POLÍCIA | CURIMATÁ

Preso por tráfico de drogas no sábado é novamente detido com droga em barreira policial nesta segunda-feira em Curimatá
Suspeito condenado a 20 anos no DF está em liberdade condicional por medida cautelar por causa do Covid-19.



Policiais militares de Curimatá realizavam uma barreira policial por volta das 7h de hoje (20/07), na saída para o município de Avelino Lopes, quando abordaram dois indivíduos em uma motocicleta Yamaha Lander, na cor azul. Para a surpresa dos policiais, tratava-se dos mesmos indivíduos flagrados no último sábado (18/07) com certa quantia de drogas. Eles haviam sido presos por tráfico e conduzidos à 10ª Delegacia Regional de Corrente, distante 130 km de Curimatá, 260 km ida e volta.


Na ocasião, os policiais constataram que o homem de iniciais D.P.R. possui condeção por roubo e cumpria pena no regime fechado no Complexo Penitenciário da Papuda, em Brasília. Segundo o próprio, a pena é de 20 anos. Ele havia sido liberado por meio de medida cautelar, por causa da pandemia do novo coronavírus.  "Apesar de novo, ele é bastante perigoso. Não é todo mundo que é condenado à 20 anos de dentenção", observou um dos policiais militares.


Na ocorrência de sábado, foi considerado pela Polícia Civil que a droga era para uso e foi aplicado o Termo Circunstanciado de Ocorrência, crime de menor potencial ofensivo.


Nesta manhã os indivíduos circulavam normalmente na mesma motocicleta e portavam um papelote de maconha, configurando posse de substância entorpecente para uso próprio. Diante do fato foi lavrado um Termo Circunstanciado de Ocorrência.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM