SAÚDE

Wellington Dias anuncia queda na taxa de transmissibilidade da covid-19



O governador Wellington Dias (PT-PI) anunciou, nesta quinta-feira (23), que a nova rodada da pesquisa sorológica sobre a covid-19 apontou que o Piauí registrou uma redução do índice de transmissibilidade (R0) do novo coronavírus no Estado, passando de 0,87 por indivíduo infectado para 0,74 em 18 dias.


Os números são do Inquérito Soroepidemiológico realizado entre os dias 15 e 18 de julho, encomendado pela Secretaria Estadual da Saúde (Sesapi), junto ao Instituto Piauiense de Opinião Pública (Amostragem). O inquérito apontou que em 30 de junho, cada 100 infectados repassava o vírus para outras 87 pessoas. Em 18 de julho, o mesmo número de infectados era responsável pela transmissão para outros 74 indivíduos. O índice é o menor registrado no Piauí.


A 9ª rodada de pesquisas com testes rápidos também mostrou que mais de 350 mil pessoas estão imunizadas e 219.466 são infectantes, portanto, a população que já foi exposta ao novo coronavírus e se recuperou é maior em relação aos novos infectados.


 
"A primeira é a redução do índice de transmissibilidade. Uma pessoa estava transmitindo para outras três, quando caiu para 0,87 e agora para 0,74. A outra é que já são 570 mil pessoas do Piauí que pegaram o vírus. Destas, uma grande parte, algo em torno de 350 mil, já não estão mais infectando outras pessoas, já ultrapassaram essa fase”, comemorou o governador.


Com aproximadamente 18% da população piauiense já exposta ao vírus somado às pessoas em isolamento social, há uma diminuição constante da população que está susceptível a se infectar. Conforme o relatório, o uso de máscaras, o distanciamento social, higienização das mãos, o aumento da testagem e o Programa Busca Ativa são fatores preponderantes para essa diminuição e auxiliam no controle da pandemia no Estado.

 

“O importante é que cerca de 18% das pessoas que estão em circulação já pegaram e o nosso sistema de saúde suportou, o que mostra que a estratégia que utilizamos de ampliação de leitos, de equipes médicas, programa Busca Ativa, aplicativo Monitora Covid-19, deu resultado. A todos que participam desse trabalho o meu muito obrigado e não vamos relaxar, vamos continuar salvando vidas”, afirmou Wellington.


As pessoas infectadas foram separadas em três tipos: as que se infectaram há mais tempo – pelo menos três semanas (IgM negativo e IgG positivo); as que pegaram o vírus não tão recente, mas há até três semanas (IgM e IgG positivos); e as que se infectaram recentemente – entre 7 e 14 dias (IgM positivo e IgG negativo). A pesquisa faz essa separação porque a contaminação é maior a partir dos que se infectaram mais recentemente, no caso o terceiro grupo.
570.285 infectados
 
 
Nessa rodada, 4.012 testes e entrevistas foram feitos em 11 municípios, chegando a 699 testes positivos. A estimativa é de que o Estado possua agora 570.285 infectados. Assim, o Piauí teria 16 casos infectados para cada notificação oficial. O Instituto Amostragem e a Sesapi realizam o Inquérito Soroepidemiológico desde o dia 25 de abril, quando começou a primeira rodada de pesquisas.





COMENTÁRIOS







VEJA TAMBÉM